Água de Lua na TV

Essa semana, tive o privilégio de tocar num programa de TV ao vivo. O programa Vitrine Mercosul, que passa aqui no Paraná nos convidou para tocar, e foi super legal.

Eu já tinha cantado em outro programa, em Brasília, há uns anos atrás, mas o de ontem foi bem mais divertido, até porque o programa tem várias coisas legais, incluindo culinária, que eu adoro, então me diverti.

O pessoal foi super simpático, o som estava legal, e tirando minha voz que estava cansada, foi bem legal MESMO!

Se você quiser ver, clique aqui, para abrir o video. Foi filmado por trás das câmaras, na hora que estávamos tocando. A música é de minha autoria, e o arranjo do grupo!!! Ficou bem legal, gostei!!

Um abraço a todos, e bom final de semana!!

Débora Abreu
05/04/2008
15:41

Vocalises com MPB

Outro dia, pesquisando na internet, achei o livro de vocalises, voltado para o canto popular.

Tá, mas antes, o que seria vocalise?

Vocalise são exercícios vocais, realizados, geralmente com vogais, para aprimorar as técnicas de canto.

Enfim, achei super interessante, e acabei comprando o livro, com dificuldade, porque não tinha mais em lugar nenhum. Mas o legal, é que sai daquela coisa do canto lírico, de ficar o tempo todo fazendo ó ó ó, num ritmo quadrado e chato.

Ela coloca umas harmonias bem interessantes, usando choro, samba, jazz, bossa, bem legal mesmo.

Vou começar a utilizar com meus alunos e aproveitar pra ensinar os ritmos.

Bom, é isso, depois de um dia de ensaio, vou descansar...

Ah, essa semana, grupo Água de Lua estará se apresentando no canal 21, para todo o Paraná (parece que exceto em Curitiba), na sexta-feira, dia 4, das 9:30 as 11:30. MPB, Jazz e composição própria!

Boa semana pra tooodos!

Débora Abreu
30/03/2008
16:56

A voz na terceira idade

Quem nunca ouviu falar do filme "A Noviça Rebelde"? Para os que nunca ouviram falar, é um filme de 1965, em que uma noviça vai trabalhar na casa da família Von Tapp, e acaba se apaixonando pelo pai, viúvo, de 6 filhos, ou alguma coisa assim. É um musical, estrelado por Julie Andrews, e é sobre ela que quero falar.

Julie nasceu em 1935, então tem, atualmente, 73 anos. Tem uma voz linda, desde a época em que fez o filme (se não assistiu, assista), e faz filmes e dublagens de desenhos até hoje.

Você pode ouvir sua voz, e perceber que ela não tem, de forma alguma, uma voz de pessoa idosa, mesmo com 73 anos.

Por que isso acontece?

Acontece, porque, assim como o resto do nosso corpo, quando trabalhamos nossa voz, constantemente, não perdemos o vigor, e o tônus muscular, o que faz com que, pessoas como Julie, ou várias cantoras da mesma idade, estejam com a voz linda até hoje.

O que geralmente ocorre, através dos anos, é chamado de Presbifonia. Segundo as Fga. Ms. Maria Abadia Guimarães e a Dra. Maria Aparecida Coelho, em um artigo escreveram o seguinte: "Presbifonia é um fenômeno fisiológico observado em indivíduos idosos, sendo o declínio do funcionamento vocal mais evidente após os 65 anos de idade. O envelhecimento da voz é caracterizado por alterações anatômicas da laringe como ossificação, calcificação de suas cartilagens e atrofia dos músculos laríngeos."

Essa alteração pode variar, de acordo com o sexo, e o estilo de vida de cada um. Notamos, que, se a pessoa foi, ou é fumante a vida toda, com certeza esse processo será mais notório.

Então. pessoas que costumam exercitar sua voz, como cantores, por exemplo, evitam essa atrofia dos músculos, trabalhando-os constantemente. 

Se tem dúvida, vá numa locadora, alugue o filme "O Diário da Princesa 2" e veja a Julie Andrews.

Um abraço a todos e boa semana! 

Débora Abreu
25/03/2008
10:11

Aulas de Flauta Transversal

Há algum tempo venho postando coisas sobre canto, mas hoje resolvi falar sobre as aulas de flauta transversal.

Quando eu estava estudando na Escola de Música de Brasília, a minha querida professora me perguntou se eu estava dando aulas de flauta, que eu podia dar aulas, que seria muito bom e tal.

Acabou, que nessa, peguei alguns alunos de flauta, e desde então, me sinto aprendendo a cada dia. O bom de dar aulas é isso, a gente aprende tanto também com os alunos, que a aula fica divertida, animada.

Ontem comprei o método de flauta, que já devia ter comprado antes, mas tem cada coisa legal, que vou estudar novamente!

As aulas de flauta são legais, principalmente quando vejo que o aluno já consegue tirar algum som da flauta, o que geralmente ocorre rápido, mas é meio complicado mudar as oitavas, e aperfeiçoar o som.

O que tenho tentado fazer, é pegar primeiro as coisas mais fáceis, para depois pegar um repertório mais voltado para o popular, apesar de também ter várias peças de erudito. Então, quando o aluno já está tocando, eu faço um dueto de flautas, ou pego meu violão e o acompanho. Tem sido bem legal. 

Então, se você quer fazer aulas de flauta na sua casa (Curitiba), ou se quiser saber mais sobre flauta transversal,  entre em contato comigo. 

Um bom feriado para todos! E muita música!

Débora Abreu
21/03/2008
10:00

Cuidados Com a Voz

Também chamado de "Saúde vocal" ou "Higiente vocal", os cuidados com a voz devem ser constantes, principalmente para aqueles que utilizam a voz constantemente.

Como ainda percebo muitas dúvidas do que seria a VOZ, pense no seguinte, a voz seria a qualidade do som da sua fala, e não a fala em si. Por exemplo, quando você está rouco, está com um problema na voz, e não na fala (apenas acertando o vocabulário hehe).

Essas normas básicas devem ser seguidos por todos, mas principalmente aqueles que utilizam a voz profissionalmente, como cantores, professores, juízes, advogados, radialistas, jornalistas, e outros.

  • Não fume. O fumo prejudica muito o aparelho vocal. A fumaça quente do cigarro agride todo o sistema respiratório, as pregas vocais, os pulmões. Faz aumentar o pigarro, e a tosse em decorrência da secreção.
  • Evite bebidas alcoólicas, pois o álcool irrita o nosso aparelho vocal. Ele resseca a garganta, e causa um "anestesiamento" inicial das pregas vocais, o que gera o abuso vocal, e consequêntemente a lesão.
  • Evite Pigarrear ou "raspar" a garganta. Isso faz com que a secreção aumente, e ainda pode gerar uma lesão na região das pregas vocais. Beba bastante líquido (água de preferência), e aos poucos o pigarro vai diminuindo.
  • Não grite, nem fale mais alto que os outros (competição sonora). Em locais aonde há som alto, ou muitas pessoas conversando, não agrida sua voz tentando falar mais alto, ou gritando para chamar atenção. Isso só vai trazer desconforto e talvez uma lesão em suas pregas vocais. Se precisar, utilize seus ressoadores para aumentar o volume, mas não grite.
  • Alergias, ar-condicionado e auto-medicação podem prejudicar sua voz. As alergias, rinites, sinusites acabam piorando nossa situação vocal, e a auto-medicação pode gerar alteração no trato vocal. Procure um médico sempre que sentir alguma alteração em sua voz, e não tome remédios por conta própria.
  • Sprays e pastilhas sem prescrição médica podem ter o mesmo efeito do álcool, e mascarar a dor de garganta, fazendo com que você abuse dela.
  • Alterações no sono podem gerar rouquidão e perda de alguns agudos para os cantores. Por isso, uma boa noite de sono é fundamental para uma boa voz.
  • Pratique exercícios físicos, mas evite falar durante o exercício, pois durante o mesmo ocorre um aumento no fechamento das pregas vocais. O ideal seriam exercícios como natação, caminhadas, ginástica sem impacto, alongamentos e ioga.
  • Alterações hormonais podem gerar alteração na voz, principalmente no período pré-menstrual da mulher, e nos primeiros dias da menstruação. O desconforto é gerado por um pequeno edema nas pregas vocais, levando a rouquidão leve, voz pesada ou fadiga vocal. Por isso, evite cantar durante esses períodos.
  • Alguns problemas de voz estão diretamente ligados a conflitos psíquicos. Por isso, em alguns casos, o tratamento conjunto com um psicoterapeuta é importante.

Cuide bem da sua voz. Ela diz muito a respeito de você, e precisa de cuidados especiais. Qualquer rouquidão, ou problemas relacionados à voz, procure um fonoaudiólogo, ele poderá lhe auxiliar.

Este texto foi produzido com o auxílio do livro: Fundamentos em Fonoaudiologia: Tratando os distúrbios da voz. Sílvia M. Rebelo Pinho. Editora Guanabara Koogan.

Boa semana a todos!

Débora Abreu
18/03/2008
11:10

Aulas de Canto em Grupo


Há algum tempo estou pensando nisso, e resolvi agora colocar em prática. Dar aulas de técnica vocal (canto) em grupo aqui em Curitiba. Alguma coisa parecida com canto-coral, mas com músicas para grupos menores.

Algumas pessoas me perguntaram sobre isso, e agora resolvi começar a fazer. Então, as aulas seriam de grupo, a partir de 5 a 6 pessoas, e teríamos técnica vocal, como na aula de canto, mas o repertório seria de grupo.

Para não ficar ruim para o aluno, as aulas serão de 1 hora e meia, ou mais um pouquinho, e teríamos alguma coisa de teoria musical também, para ler as partituras, vamos ensaiar músicas legais, mpb, erudito, não sei, o que os alunos quiserem.

Esse tipo de aula é interessante para grupos de igreja. Por exemplo, uma banda, tem 5 vocais, ou 4, aí fazemos as técnicas e depois aplicamos nas próprias músicas e repertório da banda. A vantagem também é que, como tem mais gente,fica mais barato para todos.

Ou pode ser numa empresa, já com formação maior, estilo coral. Isso é interessante tanto para a empresa, para apresentações do coral, quanto para os funcionários, que ficam muito mais relaxados cantando!

Eu vou no local de trabalho, igreja ou na casa de alguma pessoa do grupo!

Então, se você se interessou, mande um e-mail para mim e entre em contato!

Bom final de semana para todos.

Débora Abreu
14/03/2008
13:26

É tarde para se aprender música?

Essa é uma pergunta que frequêntemente me fazem. É tarde para eu aprender música? Estou muito velho? Até quando posso começar?

Para falar a verdade, existe um mito que diz que, para se aprender música, deve se começar de criança. A verdade não é bem essa. É claro que aprender quando criança torna o processo todo mais fácil, e talvez menos penoso, no início.

Mas conheço vários adultos, e até mesmo idosos, que começaram aprendendo um instrumento e hoje estão por aí, tocando felizes. Eu acredito que, quando mais novos, temos mais paciência, e mais tempo para estudar e nos dedicarmos. No entanto, existem vários casos de pessoas que se aposentaram, e foram realizar seu sonho: aprender a tocar ou a cantar!

Eu parabenizo esses que,  mesmo depois de tanto tempo, ainda resolvem colocar seus sonhos em andamento. Nunca é tarde para aprender. Acredito que o processo demore, talvez um pouco mais, depois de adulto, mas nada que os impeça de aprender. O estudo da música no início pode ser cansativo, complexo, mas é tudo uma questão de lógica, ao aprender um, você aprende "todos", mudando, claro, as técnicas de cada instrumento.

Já vi vários pais que colocam seus filhos nas aulas de música, porque ele mesmo nunca pôde fazer. Mas aqui vai meu conselho: entre você mesmo na aula, não coloque seu filho , a menos que ele queira. =D

Quanto ao canto, também não há o menor problema em se começar mais tarde, e até mesmo na terceira idade. Pelo contrário, o canto vai lhe ajudar a respirar, falar e ter uma voz melhor!!

Boa semana a todos! 

Débora Abreu
10/03/2008
08:44

Instrumentos de sopro x canto ?

Ontem eu estava na minha aula, de Clarinete, porque sim, eu estou fazendo aula de Clarinete, e estou achando o maior barato!!! Então, estava eu em minha aula, quando o professor começou a falar de canto!  Ele sabe que sou professora de canto, e foi me falar da relação do canto e do instrumento de sopro.

Claro que eu, como flautista, já tinha pensado nisso. Acontece que, eu senti uma dificuldade maior na hora de tocar clarinete, do que na hora de tocar flauta.

O que ele colocou foi o seguinte, na hora que você está tocando um instrumento de sopro, a gente deve usar a mesma musculatura, postura, ressonância, e até articulação do canto, mas, as nossas pregas vocais, são substituidas, no caso, pela palheta , que vibra para produzir som.

Quando resolvi aplicar a técnica de canto, na hora, TANAAAAN, um som muito legal saiu, e consegui produzir o que estava tentando há 1 semana!! Claro que o professor não fez nenhum milagre, mas atentar para algumas coisas, na hora de cantar, ou de tocar, nos faz melhorar, e muito!

Volto a afirmar o seguinte, assim como nos instrumentos de sopro, e no canto, a respiração é fundamental. Para que haja afinação, tem que existir uma pressão de ar, tanto no instrumento de sopro, quanto para se cantar uma música.

Resumindo toda a história: se você toca instrumento de sopro, ou canta, esteja sempre consciente de sua respiração, alguns exercícios podem te poupar muito tempo e esforço, na hora de aprender e executar suas músicas!

Espero que isso seja tão válido para você quanto foi para mim!

Abraços musicais! Wink

 

 

Débora Abreu
06/03/2008
10:18

O Canto Infantil

Constantemente me perguntam se é possível uma criança fazer aulas de canto, e minha resposta sempre foi afirmativa. Não só porque eu tenho cantado desde os 7 anos, ou quando aprendi a falar, não me lembro, mas porque tenho observado que as crianças se saem muito bem durante a aula de canto.

As perguntas surgem, porque, antigamente existia uma linha de professores de canto que não permitiam de forma alguma que a criança desenvolvesse a voz cantando antes da puberdade.

Sabe-se que a prega vocal de uma criança não difere entre os sexos até os 10 anos de idade. Ela possui um comprimento de 6 a 8 mm, vindo a crescer após os 10 anos.

A grande mudança vem realmente no sexo masculino, no momento da muda vocal, em que  a prega vocal vai para 17 a 21 mm, crescendo consideravelmente, enquanto que na mulher, vai para 11 a 15mm. Além de outras mudanças na laringe e nas cavidades da face, que vão modificar a voz da criança para o adulto.

Aqui no Brasil temos trabalhos lindos de corais infantis, bem produzidos, e algumas crianças realmente viram cantores profissionais bem cedo, ou instrumentistas.

O trabalho de canto é realizado sim com crianças, mas de uma forma mais lúdica, e mais divertida, além de as músicas serem escolhidas de acordo com a voz da criança, buscando frequencias mais agudas.

No mais, é só aproveitar, e ensinar a música a partir daí. Acredito que esse trabalho desenvolve muito a criança, além de ser mais divertido que uma aula de piano, por exemplo. Em minhas aulas eu sempre tento deixar mais espontâneo, e cobrar menos do que cobraria de um adulto, afinal, geralmente a criança quer se divertir, certo?

Os pais é que jogam suas tensões e expectativas em cima dos filhos, o que deve ser evitado, para que o canto saia mais naturalmente.

Na prática, os alunos abaixo dos 10 anos têm desenvolvido afinação, respiração e ressonância mais rápido que um aluno adulto.

Então, vale a pena colocar os pequenos para cantar.

E qualquer sujestão de repertório será bem vinda!

Débora Abreu
27/02/2008
08:57

Minhas Músicas

Bom, depois de algum tempo tentando, hoje atualizei as minhas músicas e a Água de Lua, do meu site.

Tava precisando colocar coisas pras pessoas ouvirem. As minhas foram gravadas na IBAS (Igreja Batista Asa sul), igreja da qual faço parte ainda, mas está lá em Brasília, enquanto eu fico aqui, em Curitiba. Mas essas gravações foram em momentos muito especiais da minha vida, não estão muito boas, mas resolvi colocar assim mesmo, porque foram importantes para mim.

As outras são do meu grupo Água de Lua. Estávamos trabalhando nelas na semana passada, e espero colocar mais coisas por aqui ainda. E temos 2 músicas instrumentais, e uma cantada por mim, a versão em português de Over the Rainbow, uma música clássica, né?

Pois então, espero que vocês ouçam, comentem e que sirva, nem que seja pra matar as saudades de mim! heheheh

Um grande abraço e uma ótima semana!!!

 

Débora Abreu
25/02/2008
15:39

Páginas