Como escolher o seu repertório

Estava pensando sobre esse assunto, e resolvi escrever. O repertório que você vai cantar é muito importante, você sabia disso?

Primeiro, você deve escolher músicas que estejam de acordo com sua tessitura vocal, ou seja, dentro da sua extenção vocal, para não se embananar na hora de cantar, e nem forçar sua voz.

Não sei se todos têm um estilo próprio, mas eu acredito que, quando definimos um estilo, fica mais fácil organizar uma lista de músicas a serem cantadas. Eu, por exemplo, raramente vou escolher algo em inglês, pois, não me sinto confortável o suficiente para cantar em outra língua, gosto mesmo de mpb, bossa, samba, essas coisas. Então, procure definir o que seria legal para você cantar.

Evite colocar músicas que você não sabe direito, porque na hora de apresentar, vai ficar um pouco nervoso, e ter a tendência a esquecer letra, errar as notas, e aí vai ficar feio pra você!

No mais, cante o que mais gosta, porque isso deve ser uma coisa prazerosa também, certo? Então, faça uma listinha, e comece ensaiando ela. Não tente cantar tudo de uma só vez, e aprenda bem o que for cantar!

Entramos no mês de outubro, eita que maravilha!! A todos, um excelente mês!!

Abraços

Débora Abreu
01/10/2008
09:34

Site novo

Bom, estou escrevendo esse artigo só para mostrar que meu site está de cara nova! Atualizado e bem bonito. Quero agradecer ao meu marido, que fez tudo isso, e ao meu irmão, que ainda vai me ajudar numas coisinhas por aqui!

Tentei deixar o site de forma que as pessoas achem mais fácil o que procuram, vamos ver se resolve, certo?

Estarei postando mais novidades agora, que está tudo pronto!

Abraço e boa semana a todos!

Débora Abreu
30/09/2008
09:57

Impostação Vocal

A impostação vocal é um termo muito utilizado, tanto para o canto, como para a fala.

Esse termo se refere ao lugar aonde "colocamos" a nossa voz. O que acontece é que temos vários lugares aonde podemos focalizar o som da nossa voz. Em cada lugar que jogamos o som, esse som fica diferente, como por exemplo, um som bem nasal, em que você percebe bem aonde está indo o som.

Um a voz impostada, significa que utilizamos bem nossos focos de ressonância, ou seja, usamos o nasal, quando precisa, o foco laríngeo ou faríngeo de maneira correta. É difícil explicar isso apenas escrevendo, mas o que eu quero explicar é que, a impostação vocal não é usada apenas para o canto. Muitos jornalistas, radialistas ou apresentadores de TV trabalham a voz para que esta pareça bem colocada, ou seja, impostada.

Espero que você tenha entendido, senão, procure alguém para te ajudar na questão da impostação vocal. Com um trabalho bem feito, você vai falar e cantar bem melhor!!

Abraços a Todos!

Débora Abreu
29/09/2008
21:09

A Rouquidão é Normal?

Constantemente ouço o seguinte comentário: "Tenho uma voz rouca, isso é normal?" A voz rouca não é sinal de normalidade. Existe um certo "glamour" por trás da voz rouca, muitas vezes feita de propósito para dar um charme, ou algo assim.

Infelizmente, isso tem sido muito mal explicado. A voz rouca é consequência de alguma patologia, ou mal uso da voz, e não deve ser tratado como uma coisa normal, muito menos algo elegante.

Conheço algumas pessoas que têm a voz rouca, e não reclamam, porque, geralmente, a pessoa só sente o problema quando usa a voz na profissão, ou precisa muito que ela esteja 100%.

Existem vários motivos para a voz estar rouca, e isso deve ser investigado. Por exemplo, uma gastrite pode fazer a voz ficar rouca, por conta do refluxo gastroesofágico, um pequeno cisto na sua prega vocal também pode causar rouquidão.

O certo é que, quanto mais cedo se trata, melhor estará sua voz, não deixe a sua rouquidão virar uma "afonia", que é a falta completa de voz. Já vi casos em que a pessoa passou mais de 1 ano sem voz, conversando através de papel e caneta!

Cuide da sua voz, vá a um profissional otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo, e relate seu problema! 

Grande Abraço!

Débora Abreu
26/08/2008
16:25

Mudando! Mudando!

Hoje, enfim, consegui me mudar de apartamento. É no mesmo condomínio, mas outro apartamento.

Depois de levar coisas pra lá e pra cá, pintar paredes, e pregar coisas , enfim, tá quase tudo arrumado, graças a Deus! Meus instrumentos encotraram lugar, o que me faz pensar e perguntar, será que todo músico tem tanta coisa assim? 

Pelo que tenho visto, a maioria de nós gosta  de ter, pelo menos, uns 2 violões, teclado, guitarra... enfim, um monte de coisas.

Eu tenho instrumentos de sopro, violões, teclados, até coisa de percussão! Tá, é meio exagero, mas eu gosto, e não posso nem pensar em passar por uma loja de música, que já quero comprar algo...meu marido briga comigo mas é a vida, né?

Bom, agora tá tudo mais arrumado, e estou bem corrida ultimamente com meus horários, muitos alunos, ensaios e afins! Isso é bom!!! =D

Boa semana pra todos! 

Débora Abreu
25/08/2008
17:51

Aulas de Guitarra

Essa semana, meu amigo, André Machado, me enviou um artigo, para ajudar aqueles que tocam guitarra, e que precisam de escalas para trabalhar alguns tipos de música. O André é professor comigo lá no Bom Retiro, e dá aulas também de violão, baixo, harmonia e improvisação,  composição/arranjo e produção musical. Então, aproveitem o artigo e boa semana.

Modo Dórico para Improvisação

É uma escala menor com o VI grau maior. Este modo derivou do II grau da escala maior diatônica...

D dórico – D E F G A B C – veja que as notas que compõe a escala Dm dórico são as mesmas da escala de C maior ou C diatônica.

Esse tipo de escala soa muito bem sobre os acordes: Dm7, Dm6, Dm9, Dm11 entre outras extensões.

No caso de uma progressão: I Dm7 I G7 I C7M I usa-se o modo dórico sobre o acorde de Dm menor, o que soa muito bem... ou em uma progressão: I Dm7 I G7 I

No caso de uma progressão de acordes menores de várias tonalidades:

I Dm7 I % I % I % I Fm7 I % I % I % I Em7 I % I % I % I

Então para cada acorde destes usa-se o modo dórico respectivo, em Dm usa-se a escala D dórico, sobre Fm usa-se F dórico (que vem de Eb maior), e em Em usa-se E dórico( veio de D maior). Isto soa muito bem, se as frases forem conectadas e com sentido melódico coerente.

Notas a serem enfatizadas no modo dórico: 6M

No caso de D dórico é a nota (si) natural, que é uma nota dissonante característica do modo.

Fraseado – outras notas do modo podem ser enfatizadas, principalmente as notas de extensão do acorde, ou seja notas dissonantes pertencentes ao modo.

No caso do acorde de Dm – esse acorde possui as notas Ré, Fá, Lá... então podem ser enfatizadas as notas de extensão a 7ª que é (dó), a 9ª (mi), a 11ª (sol). Essas notas dão um colorido especial as frases, tanto como notas de passagem como quando tocadas e/ou enfatizadas sobre o acorde de Dm.

Obs: deve-se se estudar o modo/escala no braço da guitarra em sua totalidade, como também as notas de extensão do acorde... Deve-se se estudar todos os arpejos possíveis de C maior ou D Dórico.

Como descobrir um modo dórico em outra tonalidade?

R: O modo dórico é sempre o II grau de uma escala maior, então D dórico veio de C maior, G dórico vem de F maior, e assim por diante.

e A dórico? vamos observar a escala de G maior:

G A B C D E F# ou G7M Am7 Bm7 C7M D7 Em7 F#º

A é o II grau, portanto A dórico é uma escala menor que começa em (lá) e possui as mesmas notas que a escala de G maior.

Pentatonica – escala de cinco notas

O modo dórico gera uma escala conhecida como penta Dm6 – então substitui-se a nota (dó) de uma escala pentatonica de D menor pela nota (si).

Penta Dm6: D F G A B

Essa escala é muito usada em Rock, Blues/Rock, Jazz/Rock, Jazz/Funk, Jazz, MPB e até Pop/rock.

Guitarristas que usam modo dórico comumente: Greg Howe, Scott Henderson, Edu Ardanuy, Steve Vai, Frank Gambale, Kiko Loureiro, Juninho Afram entre outros.

ANDRÉ MACHADO

 

Débora Abreu
20/08/2008
10:00

O álcool nas cordas vocais

Atualmente, as cordas vocais são chamadas de pregas vocais. Isso porque, achava-se que essa estrutura era solta no meio, e presa nas pontas, como uma corda de violão. Hoje sabe-se que elas são presas, e vibram, como pregas, e não como cordas. Você pode ver nesse vídeo como elas são e saber mais sobre a função da Laringe.

Pois bem, existe um mito que diz, que, se você tomar uma colher de wisky antes de cantar, que limpa as cordas vocais. Olha o que aconteceu comigo há anos atrás: lá estava eu, rouca, precisando cantar, fui e tomei a colherzinha de wisky, na hora, minha voz voltou, e parei de sentir dor, cantei, e no final, estava totalmente sem voz. Não rouca, mas totalmente sem voz.

Mais tarde fui saber o por quê. O álcool disfarça e inibe a dor nas pregas vocais, e faz com que a gente force mais ainda na hora de cantar. Ela resseca também o muco que reveste a estrutura vocal, o que faz aumentar aquele som ríspido da voz.

O álcool faz mal à voz, e por isso, deve ser evitado, principalmente antes de cantar. Produtos para a garganta que contém álcool também fazem mal e apenas mascaram a  dor e o problema. 

Por isso, ao sentir dor, ou rouquidão, evite cantar. Beba bastante água, para hidratar toda a sua estrutura vocal, e também a faringe. A hidratação é o melhor que existe para sua saúde vocal.

Boa semana a todos.

Débora Abreu
19/08/2008
09:05

Novos Artigos

Essa semana estarei colocando artigos de alguns amigos professores, que estão me ajudando na elaboração de material de música.

Hoje, temos um texto sobre teclado, vindo do Professor Alex Machado. O Alex é um grande amigo e companheiro de banda e apresentações, no Água de lua e em outros projetos!

Clique aqui e leia o artigo que fez especialmente para suas aulas de teclado, e como funciona sua forma de ensino.

Boa semana a todos... 

 

Débora Abreu
13/08/2008
11:38

Coisas de TV

Essa semana, na segunda, estive cantando com meu grupo Água de Lua, lá no programa Vitrine Mercosul, no canal 21. Foi bem legal, novamente, e cantei coisas mais brasileiras dessa vez.

Resolvi usar uns instrumentos de percussão, e ficou bem legal, no final das contas... e me agradei muito do trabalho.

Estamos com idéias novas, e implementando uns arranjos e idéias, pra começar a tocar em outros lugares, espero que, em breve, o pessoal de Curitiba possa ver o nosso trabalho também na TV!

Aproveitamos, claro, para falar das aulas, que estamos dando juntos agora, eu, como sempre, canto e flauta, meus amigos Alex e André, estão dando aula de teclado, guitarra, violão, e outras coisas mais.

O espaço lá está em reforma ainda, mas vai ser um lugar bem legal, tanto para aulas, como para ensaios de bandas! Em breve colocarei fotos aqui para vocês acompanharem!!

Para os que visitam meu site, tenham uma ótima semana!!!

Débora Abreu
12/08/2008
16:08

3 passos para se cantar bem

Claro que, aprender a cantar não é simples como seguir 3 passos, e nem tão rápido assim, no entanto , quero dar umas dicas para quem, de preferência, já fez , faz, ou vai fazer aulas de canto.

São dicas simples, mas que requer alguns cuidados.

  1. Sempre faça um aquecimento. Cantar é como correr, nadar, ou fazer um exercício físico, quanto mais preparado você estiver, mais fácil será a execução, certo? O aquecimento deve ser feito sempre com escalas ascendentes, e aos poucos, para não lesionar nenhum músculo. Inclua no seu aquecimento alguns exercícios de alongamento e relaxamento,  principamente  dos músculos dos ombros e pescoço.
  2. Beba água, muita água. Durante o processo de cantar e falar, nossa laringe fica muito ressecada, e precisa de hidratação para que funcione melhor.
  3. Respire bem! A respiraçã incorreta pode atrapalhar muito a nossa apresentação cantada, tanto que, ela influencia muito, principalmente quando estamos nervosos. O treino constante da respiração deixará você seguro, e com ar para alcançar aquelas notinhas agudas!!

Agora, importante, é gostar doque se faz! Cante com gosto, ouça música, e se divirta, assim, você deixará o seu público com uma vontade imensa de cantar junto com você!!

Bom final de semana a todos!

 

Débora Abreu
08/08/2008
16:42

Páginas