Em Brasília - E no Choro!

Essa semana, por motivos de trabalho do meu marido, estamos em Brasília. Voltamos para passar 1 semana, matar as saudades e saber das novidades.

A coisa boa, é que dia 24, sábado, vai ter Roda de Choro, lá no Clube do Choro de Brasília, e é um momento bem legal aonde os alunos tocam, os professores tocam, e, segundo me informaram, alguns grupos também tocam.

Coisa boooa é roda de choro. Ainda estou tentando achar uma que funcione em curitiba, parece que toda terça tem roda no Conservatório de MPB, que fica no Centro Cívico, ou Centro, nao me lembro, mas tem roda por lá.

Lá também tem roda de choro na FAP (Faculdade de Artes do Paraná), todas as terças, pela manhã! Mas parece que ainda não tem tanta força quanto a do DF.

Para quem estiver em Brasília, fica convidado a comparecer e ver o pessoal tocando, é bem legal!! O clube do choro fica perto da torre de TV, no eixo momumental, próximo à Sala Funarte! www.clubedochoro.com.br

E em homenagem, deixo uma dica de CD para comprar: Mário Sève e David Ganc, Pixinguinha + Benedito! Excelente CD! Muito bem tocado, vários arranjos de choros bem conhecidos!!! MUITO BOM!!!!

Abraços e boa semana!Tongue out

Débora Abreu
19/11/2007
19:39

Meu Cachorro gosta de música

Vou contar uma pequena história que aconteceu ano passado. Estava eu, e minha flauta, e uma amiga com o violão, em minha casa, tocando alguns chorinhos, para estudar e pra nos divertir claro. Só que essa minha amiga, levou seu lindo cachorrinho, na verdade, cachorrinha, e durante nosso ensaio, ela ficou irritada com o som da flauta, passou mal e vomitou. Desde esse dia então, achei que nunca poderia ter cachorro, pois ele nunca se acostumaria com o som da flauta.

Pois bem, há 2 meses (aproximadamente) resolvemos adotar um cachorro, um shih-tzu lindo, que está aí na foto. Aí já fui pegando minha flauta para ver a reação do bichinho...não deu outra, ele teve tanto medo, que fiquei meio preocupada, e agora? Não poderia mais tocar minha flauta???

Depois de alguns dias, para minha surpresa, ao começar a estudar (escalas, arpejos e afins) não é que o cachorro gostou? E mais, ainda ficou super tranquilo e quieto quando eu toco, ele resolveu sempre ficar do meu lado e dormir!! Sim, você pode pensar que dormir não é grande coisa, afinal, minha música faz um cachorro dormir..ahahhaah mas não.

Olha só, a excelente audição dos cães os torna mais sensíveis, pois podem perceber sons que para os humanos são inaudíveis, por isso podem ficar mais abalados, sensíveis e nervosos com os fortes decibéis. O homem é capaz de perceber ondas sonoras na freqüência de aproximadamente 16 a 20.000 hertz. Já os cães são capazes de ouvir vibrações sonoras aproximadamente nos limites de 10 a 40.000 hertz. Então, o cachorro ouve todos os harmônicos da flauta, e fica nervoso e sensível.

Mas não o meu, ele acostumou muito, e como ele não passa mal, nem fica nervoso, e ao contrário, dorme, eu entendi que ele gosta de música. Não sei se é porque desde o momento que ele chegou aqui que ele ouve música, pudera, né? O fato é que ele gosta!!!

E em homenagem a ele, aí vai uma fotinha do Billy de Abreu (meu cachorro)

wink

Abraço e bom feriado a todos

 

Débora Abreu
15/11/2007
12:27

Trilha Sonora

Essa semana, aproveitei a segunda-feira, que era o dia do cinema nacional do cinermak, e fui assistir a algum filme. Como era de se esperar, filas gigantescas, porque sim, cinema a 2 reais, todo mundo quer , né? (aproveito para fazer um parêntesis sobre os preços dos cinemas, que coisa absurda e sem propósito de cara, ainda mais para quem nao é estudante). Mas enfim, acabei indo ver um filme que nem sabia do que se tratava, chama-se "O cheiro do ralo", com o Selton Mello. Cara, o filme é muiiiito alternativo. Inesquecível, devo dizer, mas o que quero falar é sobre a trilha sonora.

Trilhas sonoras devem passar o máximo possível do filme. Nunca me esqueço de um filme chamado Sideways (Entre umas e outras), que a trilha era muito boa, cheia de jazz, de improvisos, o que combinava perfeitamente com o filme (que recomendo para quem não viu). Mas voltando ao Cheiro do Ralo, no site oficial do filme, www.ocheirodoralo.com.br você pode ouvir a trilha do filme. Se você não viu o filme vai achar tudo muito psicodélico, e é essa a idéia!!! Caramba, quem fez a trilha está de parabéns.. e enquanto escrevo isso, estou ouvindo a trilha, claro!!! Pra me estimular a mente!

Eu gostaria de saber fazer trilhas para filmes, um dia quem sabe, né? Mas é uma área interessante essa de filmes!!

Qualquer opinião sobre o filme é bem vinda. Comente!!

Abraços!!!

Débora Abreu
07/11/2007
09:45

Uma breve introdução!

Hoje começo a postar as coisas aqui no meu site. Pretendo colocar aqui algumas informações sobre música, minhas aulas, minha vida, apresentações e agendas de trabalho. Mas acima de tudo pretendo escrever e colocar algumas opiniões minhas sobre a música, toda ela, ou alguma coisa específica que li ou ouvi.

Semana passada fomos, eu, meu marido e uns amigos, assistir a apresentação da Orquestra a Base de Sopros de Curitiba, do Conservatório de MPB, e com eles, o pianista, arranjador, compositor André Mehmari. Devo confessar que não conhecia esse rapaz, mas me espantou alguém, pouco mais velho que eu, ter feito tanta coisa e tocar tão bem. Um dia eu chego lá.

Mas do que tocaram, duas músicas ficaram na minha mente, uma chamada "Lachrimae" , linda, que sim, dava vontade de chorar, contrariando os que acham que música só serve para trazer felicidade. Muito bem feita a música e muito bem tocada, claro. A outra, um arranjo da música de Milton Nascimento, Ponta de Areia. Gostei muito do uso de acordes invertidos e muitas dissonâncias. Música boa mesmo... se tiver interesse, compre o cd desse rapaz, vale a pena!

Ah sim, o "rapaz" aí, fez a trilha do PAM Rio 2007. Só isso! wink
Valeu muito a pena, a orquestra toca muito bem, nos anima a ver coisas novas, e curtimos bastante.smiley

Bom, pra um começo, acho que está bom.

Se quiser, envie seu comentário, dúvida ou sujestão, estarei disposta a responder o que eu souber!

Abraço e boa semana!

Débora Abreu
05/11/2007
17:11

Páginas